Campus Amajari faz inscrições itinerantes em três municípios
Existem vagas para Técnico em Agropecuária e Aquicultura

Membros da Comissão do Processo Seletivo e Vestibular do Campus Amajari percorrem de hoje, 03, até a próxima quinta-feira, 05, quase 10 localidades de três municípios para fazer inscrições dos interessados em ingressar em um dos cursos técnicos oferecidos pela unidade.

São 35 vagas para o curso Técnico em Agropecuária e 35 para o curso Técnico em Aquicultura, ambos integrados ao ensino médio. No regime de alternância, o CAM está oferecendo 30 vagas para o Técnico em Agropecuária integrado ao ensino médio.

O prazo final das inscrições, que são gratuitas, é 06 de janeiro, sexta-feira, na sede do Campus Amajari. Para se candidatar a uma das vagas, os interessados deverão ter idade máxima de 17 anos completos e haver concluído o ensino fundamental até a data da matrícula.


Confira os locais que a Comissão estará visitando:

DIA 03/01: AMAJARI

- Comunidade Mutamba

Local: Escola Estadual Artur Cavalcante, de 8h às 9h30

- Comunidade Araçá

Local: Escola Estadual Raimundo Tenente, de 10h às 12h

- Comunidade Guariba

Local: Escola Estadual Manoel Horário, de 13h às 15h

- Vila Bom Jesus, de 9h às 10h

- Vila Trairão

Local: Escola Francisco Pereira da Silva, de 11h às 14h



DIA 04/01: MUNICÍPIO ALTO ALEGRE

Local: Escola Estadual Desembargador Sadoc Pereira, 8h30 às 12h



Dia: 05/01: MUNICÍPIO DE PACARAIMA

- Sede de Pacaraima, na Escola Estadual Cícero Vieira Neto, de 8h30 às 12h

- Comunidade Boca da Mata, de 14h30 às 17h

- Vila Surumu, 9h30



Documentos exigidos no seletivo:



No ato da inscrição, o candidato deverá preencher o formulário e apresentar os originais e as cópias dos seguintes documentos:



– Histórico Escolar do ensino fundamental e o Certificado de Conclusão;

– Certidão de Nascimento ou de Casamento ou Rani (Registro Administrativo de Nascimento Indígena);

– Documento de Identidade e CPF;

– Comprovante de residência. Caso o candidato não tenha comprovante, deve preencher declaração disponível no local da inscrição;

– Autodeclaração de preto, pardo ou indígena (constante na ficha de inscrição do Sistema de Cotas).

– No caso de o candidato ser cotista, deve apresentar documentos pessoais e de comprovação de renda dos membros da família.

Com informações do IFRR