Inscrições do I Festival Makunaima seguem até o dia 22 de agosto
Festival acontece no Parque Anauá e reúne diversas manifestações culturais

As inscrições de grupos folclóricos para participar do I Festival Makunaima, que será realizado entre os dias 24 a 27 de agosto no Forródromo do Parque Anauá, estão abertas até o dia 22 de agosto. As fichas de inscrição padronizadas devem ser entregues no Departamento de Promoção Cultural da Secult (Secretaria Estadual de Cultura), no Palácio da Cultura, localizado na Praça do Centro Cívico.


O objetivo do Festival é preservar o folclore da região, promover a cultura, estimular o espírito criativo do povo roraimense, além de valorizar a diversidade etnocultural dos povos da Amazônia com a participação de grupos folclóricos de Boi Bumbá, Cirandas, Cangaços, Araras, e temas livres (manifestações das matrizes africanas e indígenas).


A secretária Selma Mulinari explicou que é uma orientação do Minc (Ministério da Cultura) e Ministério do Turismo, no sentido de valorizar quem milita na área do folclore. “Permanecemos com o festival de quadrilhas juninas, dentro do Arraial, que já é tradicional e, desmembramos a parte do folclore, com isso, conseguimos oportunizar e mostrar o trabalho dos grupos independentes que trabalham, exclusivamente com folclore”, disse.


Ela ressaltou que o mês de agosto é todo dedicado ao folclore, culminando com o dia 22, Dia do Folclore Nacional, data instituída desde 1965. “É o mês em que o tema é trabalhado também nas escolas. O Festival Makunaima vem para oportunizar que um número maior de grupos que não podiam ser contemplados dentro do Arraial do Anauá, possa mostrar o trabalho em um evento voltado para o Folclore”, enfatizou.


As apresentações iniciam às 19 horas, conforme sorteio pré-estabelecido em edital publicado no Diário Oficial do Estado. A apuração e apresentação dos grupos vencedores ocorrerá no dia 27 de agosto de 2016, no Forródromo do Parque Anauá.


JURADOS – A comissão julgadora será definida por sorteio e os jurados participarão de uma oficina de formação e qualificação promovida pela Secult antes do evento. Os jurados serão responsáveis pelo julgamento dos itens animação, desenvolvimento temático, conjunto e evolução, coreografia, criatividade, fantasias e adereços, e repertório musical. A premiação para os grupos folclóricos será troféu e certificado para o primeiro, segundo e terceiro lugares e, certificados para os demais grupos participantes do Festival.


GRUPOS – Atualmente, a Secult tem credenciados os grupos Associação Swing Nativo, que representa os grupos Calypshow, Dekameron, Filhos do Norte e Nova Era; Associação Folclórica de Dança Cangaceiros e Ciranda do Thianguá que representa os grupos Ciranda Tradicional, Cangaceiros do Sertão, Feras do Amazonas, Arara Amarela, Arara Verde e grupo de danças Síntese. Além dos grupos Cobra Mariana e Gavião Caracará, do município de Caracaraí.

Com informações da SECULT.