Últimos dias da exposição "Já Fui Floresta"
Fotógrafo do Mato Grosso continua com obras expostas no SESC Mecejana


A galeria Franco Melchiorri continua com as portas abertas para os amantes da fotografia, com a exposição "Já Fui Floresta", do fotógrafo José Medeiros, do estado do Mato Grosso. O acervo permanece até 1° de julho, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Sesc Mecejana. A entrada é gratuita.

Baseada na cultura indígena do complexo Ikpeng, o trabalho faz parte do Sesc Amazônia das Artes, programa de difusão cultural e intercâmbio artístico entre dez estados. As imagens em preto e branco revelam a mítica que envolve os índios. Algumas obras estão borradas propositalmente para demonstrar o movimento da dança. A intenção é remeter a vivência do fotógrafo no local, onde presenciou o cotidiano indígena, ensinando-os à fotografar.

Escolas, instituições e acadêmicos interessados em visitar a exposição "Já Fui Floresta", com o acompanhamento do Núcleo de Cultura do Sesc-RR, basta entrar em contato através do número (95) 3621-3939. Para acadêmicos que precisam carga horária, poderão solicitar o Certificado Cultural Sesc. A solicitação é feita com o preenchimento do formulário com nome, telefone e e-mail, disponibilizado pelo núcleo.

José Medeiros - Seu trabalho nos chama a refletir sobre as questões existenciais humanas, seja pelo impacto visual ou por sua criatividade. Natural de Campo Grande (MS), construiu seu trabalho em Cuiabá (MT). Começou a fotografar com 16 anos de idade e sempre demonstrou profundo interesse em manifestações culturais do ser humano e interação.

Sua linha visual é marcante e complexa, o que fica bem claro em seu primeiro livro: O Pantanal de José Medeiros, um projeto que retrata 11 anos de pesquisa fotográfica focada na vivência do homem no Pantanal. Paralelamente, desenvolve trabalhos com as questões indígenas, além da documentação dos povos.

Com informações do SESC/RR