Acadêmicos de medicina da UFRR cobram inauguração funcional do bloco destinada ao curso
Universidade Federal disse que processo licitatório já foi aberto

Os acadêmicos de medicina da Universidade Federal De Roraima realizaram hoje pela manhã um ato pacífico em frente a Reitoria da Instituição pedindo a inauguração funcional do novo prédio que foi construído para o curso.

Segundo Eles, o problema ocorre há três anos quando a Universidade Federal abriu mais vagas para o curso, totalizando 80 e a infra estrutura atual não é suficiente.
Atualmente são 270 acadêmicos de medicina com 11 salas para disciplinas teóricas e práticas. 39 professores se revezam para atender do 1º ao 6º ano curso num total de sete módulos se tratando de um curso diurno.

A universidade federal de Roraima informou, por meio de nota, que no dia 1º de junho foi iniciado um processo licitatório para compra e instalação de 68 centrais de ar condicionado que serão instaladas no edifício. Já sobre a demanda de readequação do prédio, apresentada pela coordenação do curso, a UFRR informa que o projeto elaborado pela pró-reitoria de infra estrutura listando as reformas foi enviado para o centro de ciências da saúde afim de ser aprovado em reunião do colegiado do centro, formado por alunos e professores de medicina e enfermagem. Somente após esta aprovação serão iniciados os demais trâmites administrativos.