Estilos diversos vão dominar o Malocão Cultural do Boa Vista Junina
Das artes plásticas ao Heavy Metal , o Malocão deve atrair um público diferenciado

Nem só de sanfona, zabumba e triângulo se faz um bom arraial. No Boa Vista Junina, que se inicia neste sábado, 18, todos os estilos musicais são contemplados. O Malocão Cultural é um espaço dedicado às mais diversas formas de arte que, além da música, inclui o teatro, cinema e as artes plásticas.

O Malocão é um espaço alternativo dentro do Boa Vista Junina, que será montado ao lado ao lado do ginásio do 6ª BEC. É a versão boa-vistense do famoso “Circo Voador” (RJ), já que ambos têm a mesma proposta de contemplar todas as formas de arte e todos os públicos.

A programação do Malocão Cultural deste ano está bem mais diversa. Para quem curte um bom Rock And Roll, a boa pedida são as bandas Red Roof, Trupe de Marte, Dr. Yoko, Yekuana e Johnny Maneiro. Se é algo mais suave, Geração Roots e Gui-Braz vão mandar um reggae de primeira. E se a pegada for mais indie? Banda Bluts e Projeto Churras.

O Malocão também vai dar vez e voz à MPB (Marcelo Oliveira), música eletrônica (Djs Clã-Destino e Eduardo Queiroz), além do blues e do jazz contemporâneo da banda Bolívar Blues, que vai fechar o ciclo de apresentações do evento. Vale também um crédito à mescla de ritmos do rock ao hip-hop, proposto pela banda Biosong.

Além da música, o público também vai prestigiar apresentações de companhias teatrais, exibição de filmes e documentários e exposições promovidas por estudantes do curso de Artes Visuais, da Universidade Federal de Roraima.



Programação do Malocão Cultural



Dia 19 (domingo)

19h – Djs Clã-Destino e Eduardo Queiroz

20h30 – Red Roof

21h40 – Trupe de Marte



Dia 22 (quarta-feira)

21h – Geração Roots

22h40 – Projeto Churras



Dia 23 (quinta-feira)

20h30 – Marcelo Oliveira

22h50 – Banda Bluts



Dia 24 (sexta-feira)

20h30 – Dr. Yoko

21h30 – Iekuana



Dia 25 (sábado)

20h30 - Jhonny Maneiro

21h40 – Biosong



Dia 26 (domingo)

20h30 – Guy-Braz

23h – Bolívar Blues

Foto: Fernando Teixeira