Governo de Roraima vai investir na produção de energia sustentável
A energia sustentável é uma alternativa para o fornecimento de luz elétrica para os 15 municípios do estado.

Em 2017, o governo de Roraima vai investir na produção de energia sustentável como alternativa para o fornecimento de luz elétrica para os 15 municípios do estado.

A partir do segundo semestre deste ano, o Instituto de Amparo à Ciência, Tecnologia e Inovação de Roraima (IACTI), dará início a execução do projeto piloto “Cidade Inteligente”. A iniciativa é fruto de uma parceria firmada com o ministério do desenvolvimento, indústria e comércio exterior (MDIC), que custeará as despesas.

Segundo, o diretor-presidente do IACT, Marcelo Nunes, Roraima apresenta condições favoráveis à implantação de um sistema de captação de energia solar.

Os experimentos vão começar pela cidade de Pacaraima, por lá, os testes serão realizados primeiramente com o sistema de iluminação pública. Por conta disso, logradouros, praças e bibliotecas ganharão luminárias alimentadas por placas de energia fotovoltaica.

Nunes informou que o IACT também desenvolve estudos na área da produção de energia eólica. Duas torres de medição de ventos serão instaladas em Bonfim e Normandia para calcular o potencial dessas duas cidades.

Nunes revelou que um grupo de empresários coreanos já demonstrou interesse em investir nesse segmento de produção de energia. Ainda de acordo com o diretor-presidente do IACT, o executivo estadual dará prosseguimento às conversas com esses investidores conforme o andamento do projeto.