Governadores da Amazônia Legal se reúnem em Brasília
Reunião trata sobre a crise no sistema prisional enfrentada pelos estados brasileiros

A governadora Suely Campos está reunida neste momento com governadores dos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins, em Brasília, para ajustar a pauta do encontro que ocorre às 16 horas com o presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto.

O tema principal da discussão é a crise que os estados brasileiros estão enfrentando no sistema prisional.

Na reunião com Temer, os governadores vão reforçar a necessidade de apoio do Governo Federal, inclusive com a liberação de mais recursos, para normalizar a situação no sistema, que padece há anos com a falta de investimentos.

A governadora Suely Campos disse também que os estados querem mudanças no Plano Nacional de Segurança Pública, lançado recentemente pelo Ministério da Justiça, no que tange a inclusão do controle das fronteiras. "O crime organizado é hoje o principal problema de segurança pública no País. Sem controlar as fronteiras não há como resolver a questão do sistema prisional. Só em Roraima temos 1.918 quilômetros de fronteira que estão desguarnecidas, facilitando o tráfico de drogas. Queremos que as Forças Armadas façam esse controle", enfatizou.

AVANÇOS – atendendo à solicitação da governadora Suely Campos, o Ministério da Justiça autorizou a entrada do efetivo da Força Nacional de Segurança na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo). O pedido foi feito por meio de ofício no dia 10 de janeiro e a autorização está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, dia 18.

Com isso, o efetivo de 102 homens e mulheres está autorizado, em caráter episódico e planejado, em consonância com as forças de seguranças estaduais, por um período de 30 dias (até 9 de fevereiro), nas ações de policiamento ostensivo.